Os 7 PIORES “carros socialistas” já criados

Share



Se a alocação de recursos, a gestão e o atendimento à demanda do consumidor  já costumam falhar com meios de produção privados, imagine, agora, comprar um carro na Rússia comunista, ou até na Alemanha Oriental. O Politburo fez uma viagem pelos países do antigo bloco comunista para ver as melhores opções. Antes de entrarmos nessa viagem emocionante, é bom entender que existia o politburo e, logo abaixo, os cães. Abaixo dos cães, o lumpemproletariado e, logo em seguida, o proletariado. É dos carros do alto-proletariado que iremos falar – o cidadão comunista comum dificilmente conseguiria acesso a um carro.

Sobre comprar carros na União Soviética, Reagan já fazia piadas a respeito disso no meio dos anos oitenta. Para quem não sabe inglês:

Há um delay de 10 anos na entrega de um automóvel na União Soviética, e apenas uma a cada sete famílias tem um carro. São 10 anos de espera e você passa por um árduo processo quando você está pronto para comprar o veículo. Então, você compra o automóvel usando muito dinheiro, e adiantado. A piada contada é que o cidadão entrou com o processo e conseguiu comprar o veículo. O encarregado pelas vendas disse: Ok, volte em 10 anos e pegue seu carro. Para quem o comprador respondeu: Ok. Na parte da tarde ou da manhã? O atendente atrás do balcão pergunta: Bom, em 10 anos que diferença fará? O comprador responde: Bem, o encanador virá pela manhã. 


07 – MOSKVITCH 403

A repressão só não foi pior pois a polícia andava de Moskvitch 403. Apenas tente conceber uma força policial com um carro que chegava a 90km/h gritando…urrando. A bem da verdade, este era o carro usado para prender proletário (e o proletário normalmente estava a pé mesmo, então…). Mas tá valendo.

86339988


06 – 1972 Zaz 968 Zaporozhets

Acreditamos que Putin só anda com um carro de 27 cavalos para apelar ao espírito russo-soviético do cidadão médio. Ninguém em sã consciência guiaria um carro de 27 cavalos. Vinte…e…sete…cavalos. Não sei se é necessário falar mais. 

Russian President Vladimir Putin and his spouse Lyudmila on the way to the informal dinner with the American President George Bush and his spouse Laura.


05 – LADA RIVA

Imagine um FIAT 124. Agora imagine freios ruins. Imagine o mesmo carro com um motor pouco confiável. Adicione tudo isso um corpo bem mais pesado que o original – apresento o Lada Riva.

http://www.autogaleria.hu -


04 – YUGO GV – 1985

O Yugo não batalha apenas por uma posição na lista de piores carros socialistas, ele também está sempre bem posicionado em listas de piores carros da história. O novo dono do iuguslavo importado seria muito feliz se o motor não explodisse. Brincadeiras à parte, há um episódio de Top Gear a respeito do carro.

Jason Vuic escreveu um livro chamado The rise ans fall of the worst car in history, apenas sobre o Yugo. O livro começa com uma piada:

P: Como você chama os passageiros de um Yugo?

R: Parachoques. 

banner-yugo-gv


 03 – TRABANT 1975

“Corcel cor de mel, Mustang cor de sangue”, se a música de Marcos Valle já dá uma boa dose de raiva ao brasileiro que possivelmente nunca entrará em um Mustang (mas, em compensação, já comprou três corcel I, um corcel II, um Corcel II GT e uma Belina), imagine, agora, um lugar onde seu Corcel seria tão amado e desejado quanto você ama o inalcançável V8 setentista. Essa terra se chama Alemanha Oriental, o ano é 1975 e você teria um Trabant – claro, se tivesse uma boa posição social ou fosse do Politburo do país. Ah, aparentemente é o carro socialista com o maior número de piadas acumuladas a respeito de sua performance.

Se alguém ainda não estava convencido do quanto era ruim o comunismo, o pequeno Trabant cumpria bem esse papel. Com um motor de dois tempos gerando 18 cavalos, o carro foi uma resposta comunista ao Fusca – com a diferença de que o Fusca quase não quebrava e, de fato, era um popular fácil de adquirir. O pequeno comunista, no entanto, morreu com um tipo interessante de redenção: em 19 de Agosto de 1989, mais de 600 alemães orientais em férias na Hungria aproveitam a liberação de uma parte da fronteira com a Áustria e fogem para o ocidente, principalmente para a Alemanha Ocidental, a maioria no carro alemão. O carrinho se aposentou como um libertador.

5029651598_d2c46bd640_b


02 – FSO Polonez

Pegue um carro FIAT com cara de Passat Iraque e coloque-o para ser produzido em uma fábrica comunista na Polônia. Preciso dizer mais? Usei essa foto da polícia colombiana para mostrar como um problema pode viajar o mundo e cair nos lugares menos esperados.

FSO_Polonez_Kolumbia


01 – ZAZ-969

O ZAZ 969 alcançou a utopia socialista no melhor da engenharia ucraniana: foi responsável por mais de 60 mortes por emissões tóxicas de monóxido de carbono dentro do veículo por meio do sistema de ventilação.

luaz-969


Mas não só de carros horríveis foi feito o comunismo. Há, claro, alguns exemplares que só chegaram mesmo às garagens da KGB; esses são até bons carros. Nesse blog é possível ver alguns exemplos (um ou outro estão nesta lista como “piores carros”).


EXTRA – 1956 Renault Dauphine

renault_dauphine_brochure_pubblicitaSim, Renault. Os franceses amam tanto o socialismo chic deles que conseguiram atingir o ponto máximo da utopia: um carro que demorava 32 segundos para atingir os 60km/h – aquela coisa que só mesmo uma empresa estatal, em 1956,  conseguiria fazer.

 


 

2 comentários em “Os 7 PIORES “carros socialistas” já criados

Os comentários estão desativados.

Inline
Inline