Comércio continua em queda no DF

Share


(Foto: Roberto Castro)

 

No acumulado do ano (2016), comércio e serviços já sofreram queda de 17,07%, no DF.

Estudo realizado pela Fecomércio junto ao SEBRAE revela que o ritmo de queda no comércio da capital ainda se revela preocupante. Segundos os dados analisados, houve queda geral no comércio e nos serviços, no DF, de quase 1%, em Agosto, na comparação com Julho.

Apesar da queda no início do segundo semestre, houve leve alta de 0,06%, na atividade comercial geral em Setembro, na comparação com Agosto de 2016 quando levado em conta comércio e serviços juntos. O comércio, no entanto, quando analisado isoladamente, já demonstra queda de 2,26% em relação a Agosto. Já atividade econômica em meio a serviços aumentou 5,93% na comparação com o mês anterior.


SETEMBRO x AGOSTO


COMÉRCIO (Exemplos por área)

  • Vestuário e Acessórios: -10,69%
  • Ótica: -7,74%
  • Padaria e Confeitaria: -3,78%
  • Farmácia: -6,51%
  • Papelaria e Livraria: -14,71%
  • Auto Peças e Acessórios: -1,13%
  • Cama, mesa e banho: +1,80%
  • Comércio Varejista de Bebida +6,03%
  • Cosmético e Perfumaria +5,21%

SERVIÇOS (Exemplos por área)

  • Cabeleireiros: -6,30%
  • Capacitação e Treinamento: -6,40%
  • Sonorização, Fotografia e Iluminação: +5,28%
  • Bares, restaurantes e lanchonetes: +15,17%
  • Atividades de contabilidade: -7,51%
  • Atividades de Condicionamento físico: +1,44%

AGOSTO x JULHO – DESEMPENHO DE VENDAS POR CIDADE (Fonte: Pesquisa Conjuntural de Comércio e Serviços)

pesquisa

pesquisa-2


 

Inline
Inline